13 de mai de 2009

Mulher Em Quatro Elementos...


Eis que vim assim envolta Em Quatro Elementos.

Sou maioria água, ser humano é assim. Sou fogo
quando necessário; sou terra... De mim brotaram
frutos; sou ar... A imaginação me possibilita
voar...

Entre e fique à vontade. Quem vier vai encontrar
carinho, aconchego, humor, algumas lágrimas... Vai
depender dos quatros elementos...rsrs

Beijoquinhas ; D

Dja Luz

NASCEU A POESIA...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google...






NASCEU A POESIA...





Quando o amor revelou-se imenso, alguém não soube declará-lo, então compôs uns versos... Nesse dia nasceu a poesia!













Djanira Luz

NA DOSE CERTA...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google



NA DOSE CERTA...





O ciúmes é como o sal.
Uma pitadinha na relação, tempera; exagerado, faz mal!






Djanira Luz

MINHA MÃE É ANIMAL!


As imagens desta página foram retiradas da busca Google


MINHA MÃE É ANIMAL!

Vejam só que legal, minha mãe é animal!
Feito uma tartaruga, se precisar ela carrega a casa nas costas;
como a sábia coruja para minhas dúvidas tem sempre respostas; enxerga longe igual ao altivo gavião,
alcança meus problemas ainda que eu esteja no Japão;
parecida com o sabiá com seu filhotinho,
aquece-me em seu colo, meu ninho...

Toda mãe que ama é assim como a minha, muito boa.
Mas, atreva-se a mexer com um filho seu... vira uma leoa!!! rs






Djanira Luz

EM VERSOS TRISTES...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google

EM VERSOS TRISTES...

Tenho escrito poema assim triste
Desde o dia em que tu partiste
Escrevo, rabisco e rasgo o papel
Nostalgia torna meu escrito cruel...

As horas passam tão lentamente
Mas tu não passas da minha mente
Uma música me chega pela vizinhança
Trazendo-me com ela tua lembrança...

Tudo o que eu escreva,faça ou veja
Somente ti a minha mente deseja
Cada detalhe teu, amado, decorei
Todo lance nosso vivido, eternizei...

Comporei, por ora, meu último romance
Do tipo lindo, mas que não teve chance
Será esquecido no meio de uma estante
Feito um amor vivido num tempo distante...






Djanira Luz

UMA PRECE POR MEU PAI...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google

UMA PRECE POR MEU PAI...


Meu pai do céu cuida do meu pai da Terra
A dor nele se faz grande, o mal impera
A confusão da mente causa-lhe embaraço
O corpo pelos anos já sente o cansaço...

Ó, Deus de Luz, Misericordioso
Tu que és complacente e grandioso
Restitui do meu amado pai a saúde
Pela graça do Teu Filho, dele cuide...

Dissipa-lhe a doença que lhe aflige
As sequelas da enfermidade, corrige
Guarda-o dos males e tormentos
Proteja de todos os contratempos...

Dê-lhe calma, saúde e paciência
Que ele confie nos médicos, a ciência
Para curar do corpo doído, a doença
Retire do meu pai, na cura, a descrença...

Não permitas, Senhor, que a dor cresça
Antes, todo mal do meu pai desapareça
Basta, Senhor uma palavra tua que diga
Retirarás do meu pai toda sua fadiga...

Perdoa, Meu Bom Deus, se agora choro
É que através das minhas lágrimas, oro
Tenho medo e sinto-me sozinha numa ilha
Atende, ó Deus, esta prece sincera de filha...



Djanira Luz

CONTROLANDO O CIÚME...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google

CONTROLANDO O CIÚME...


Eu tenho a receita certa, mas faço errado... É tudo culpa desse meu jeito esquentado!

Palavra é como cavalo selvagem, uma vez solta não há como recuperar.” Eu sei disso, mas só faço bobagem!

Já até pedi a Deus para mudar minha boca:

- Dá-me um bico de passarinho, aí eu só abro um pouquinho!

Depois é que pensei... “Que pedido insano! E se Ele me der um igual ao do Tucano?” Não vai adiantar... Acho melhor é eu cuidar da minha língua e medir tudo aquilo que eu disser para me dar bem, se Deus quiser!

É que de tão apaixonada, o ciúme me incendeia e fico alterada chegando a dizer coisa feia...

Ah... Mas agora já sei o que faço! Eu me calo e fico na minha, se a pimenta do ciúme me arder, na língua dou mordidinha... rs




Djanira Luz

TODO ESTE AMOR EM MIM


As imagens desta página foram retiradas da busca Google

TODO ESTE AMOR EM MIM


Há tanto amor em mim que não me cabe
Que vai ao seu encontro, você bem sabe
Ainda que o acaso nos separe e a distância
Meu corpo embebido está da sua fragrância...

Aqui em mim o coração conserva-se aquecido
A paixão arde, não importa o tempo corrido
Amor sobrepuja todas as cruéis tempestades
As ausências, as dores, as gélidas saudades...

O que foi semeado com afeto no sopro vital
É de uma beleza tamanha algo mesmo surreal
Não se apaga, não se corrompe, nem se escassa
Quando enraizado no peito, o amor não passa...

A vida abre-se num leque encantado de nuances
Dizendo que nos pertencemos, temos chances
E a eternidade sonhada para alcançar o infinito
Nessa esperança e verdade, confesso, acredito...

Forte sentimento quando no coração nasce
Não adianta fugir, negar, nem usar disfarce
Deve-se por fim a dor que macula o peito
E viver um amor lindo, forte, quiçá perfeito...





Djanira Luz

CÁLIDA LÁGRIMA...




As imagens desta página foram retiradas da busca Google






CÁLIDA LÁGRIMA...




A cálida lágrima da triste face escorrida
Umedece a alva folha de papel ressequida
Transforma-se em beleza pela mão madrigal
Em obra emocionante, romance magistral...









Djanira Luz