2 de ago de 2009

PALAVRAS TÊM VIDA SE TRANSMITEM SENTIMENTOS... (Crônica Poética)


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



PALAVRAS TÊM VIDA SE TRANSMITEM SENTIMENTOS... (Crônica Poética)


- Não é justo, as minhas próprias palavras me fazendo chorar! Por que quando leio alguns textos meus, eu me emociono a ponto de chorar? É incoerência chorar com o que escrevi, não é normal!

- Hei, alto lá! Suas palavras, uma vírgula! Depois que saímos de você, da sua mente com ajuda dos ágeis dedinhos, nós pertecemos ao Universo, minha cara escritora...

- Ah, enlouqueci de vez! Minhas escritas estão vivas manifestando pensamentos!

- Alôoo! Puxa vida... Não imaginávamos que alguém de mente tão aberta e cristalina quanto você fosse capaz de dizer uma asneira dessas! Palavra é vida, ela é viva! Respira, transpira e transmite sentimentos. E tem cor e sabor, não sabia disto? Vejo que você tem luz é só no nome mesmo...rs

- Não... Eu não me fiz entender... É que parece tudo tão confuso! Primeiro me fazem chorar, agora me surpreendem com pensamentos tão sabidos... Vocês têm razão, palavras minhas... Não tenho brilho, vocês é que me emprestam as suas luzes. São elas que clareiam meus pensamentos, enchendo-me de ideias, sem vocês, nada sou, sou opaca...

- Ah, não se entristeça... Desculpe-nos as palavras ríspidas, não tínhamos a intenção de magoá-la... Nós amamos você! E... Escuta... Vamos falar a verdade! Sem você, sem suas ideias, somos palavras mortas, sem sentido, sem sentimentos. Somos um aglomerado de palavras inúteis que não conseguem fazer rir ou chorar, alegrar ou emocionar ninguém. Só você, escritora querida, que tem o dom de nos transformar em palavras-sentimentos para deixarmos de ser, tão somente, palavras frias e sem préstimos. Que seria de nós sem a moldura que você nos coloca para enfeitar!

- Agora que me transformo num oceano de choro emocionado...

- Então, deságua em poesia, poemas, prosas, crônicas, contos... O que você faz de melhor!

- Se hoje sou melhor é tudo graças a vocês, palavras para todos os sentimentos e horas! Sigamos sempre unidas e façamos um trato. Empresto meus sentimentos com a garantia de que sejam autênticas e levam para o leitor somente verdades!

- Trato feito, aceito e sacramentado! E, não se envergonhe de chorar quando lê suas próprias palavras... A escritora precisa provar daquilo que oferece e se tocou a criadora é que há mais sentimentos nas letras que seu próprio coração ousa conhecer...

- Tem razão, palavras queridas, só quando os sentimentos se ajeitam em forma de palavras é que consigo me ver melhor por dentro... Obrigada palavras, obrigada por me permitir esvaziar em carinho através das letras e poder levar esse amor além de mim para os olhos do leitor...



Djanira Luz