19 de abr de 2009

PROTESTO DO ÍNDIO GLOBALIZADO...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google

PROTESTO DO ÍNDIO GLOBALIZADO...

Homem branco minha boca não tape
Estou globalizado e tenho meu tacape
Já não pode tentar me iludir ou tapear
Dando-me fumo, espelhinho para olhar!

Incultiram ao meu povo nova religião
Sem interesse em ouvir nossa opinião
A raça e cada cultura tem que respeitar
A diversidade de fé devemos partilhar!

Se há diferenças nos costumes e na cor
Respeitem nosso jeito, esse recado eu dou
O índio quase perdeu sua identidade
Perderam espaço, muitos vivem na cidade...

Já vivi de plantação, pesca e caças
Hoje vendo artesanato nas praças
Só queria um pedaço de terra para mim
Para viver com minha abá e meu curumim...

Índio sonha ter de volta sua liberdade
Poder viver bicho solto com integridade
Ser reconhecido como humano de fato
Novamente correr feliz e seguro pelo mato...

Esta terra maravilhosa já foi minha
Vejam com a ganância como ela definha
Quem prometeu repartí-la e não cumpriu
Foram eles os governantes do meu Brasil!

Por isso hoje eu não me calo
Estofo meu peito e bem alto falo:
Eu sou índio e brasileiro desta Nação
Tenho direitos e mereço consideração!