26 de out de 2009

DE TANTO AMOR A SAUDADE INVADE...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



DE TANTO AMOR A SAUDADE INVADE...



Tenho bebido saudades de ti e sinto que estás aqui em cada suspiro de amor que dou. E te trago bem mais para dentro do peito, conforto-te com todo meu jeito, te dou abrigo na vã ilusão de te unir para sempre comigo.

Afago-te os cabelos com muito carinho e zelo, beijo tua imagem que me vem qual miragem. Nostalgia invadiu-me a alma trazendo tua forte lembrança. Quem me dera eu tivesse um milésimo de esperança para acreditar que novo terei os belos momentos ao teu lado e de tanto amor saber que vou eternamente contigo viver...


Djanira Luz

O IMPREVISÍVEL AMAR DEMAIS...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!





O IMPREVISÍVEL AMAR DEMAIS...


"- Quando nossos olhos se cruzaram, um turbilhão de emoção passeou na minha vida naquele instante. Parecia que a Terra havia mudado sua polaridade. Olhei discretamente para o relógio e me certifiquei de que ainda estávamos em 2009. Se fosse 2012 até poderia ser possível eu estar me sentindo de ponta a cabeça
, segundo previsão do Calendário Maia de que a Terra mudará sua posição. Acho que foi a primeira vez na vida que compreendi o sentido daquela expressão - ter a vida de ponta a cabeça. A paixão me virou de ponta a cabeça, mudou todos os conceitos que eu acreditava saber sobre o amor. Amar é algo extremamente imprevisível que desestrutura certezas, altera o pulsar do coração, faz uma bagunça em nossas vidas. Entretanto, acerta muito mais coisas do que complica... Estou apaixonado".

Fiquei mesmo fascinada quando ouvi de um amigo a revelação do amor por uma amiga em comum. Fazia tempo que não testemunhava tão verdadeiro sentimento. Estava constatado nas palavras seguras faladas, na firmeza do corpo, na paixão expressa no olhar que o amor havia se insladado de jeito no coração daquele homem. Revivi naquela hora o dia em que conheci o amor verdadeiro, por isso dei créditos ao que ouvia do amigo. O amor é capaz de maravilhas e a cada dia, por toda a vida, ele tem essa capacidade de nos surpreender, de nos colocar a vida de ponta a cabeça...




Djanira Luz