7 de fev de 2010

COM PEDRA, PAPEL E TESOURA!



As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



COM PEDRA, PAPEL E TESOURA!


Gostava de ficar horas brincando de pedra, papel, tesoura com amigos. Muitas luas passaram para que eu pudesse utilizar novamente estes objetos. Não mais como um jogo lúdico, agora utilizando das palavras e sentimentos para brincar de ser feliz. Prepare-se para entrar na ciranda das pedras, no corte das palavras e no sentido do papel!

Valendo-se da tesoura, aproveite e corte tudo que o impede de ser feliz e realizado. Comece por aquele galho imenso de problemas que vai crescendo desordenadamente impassível, deficiente, desnecessário. Apare o que estiver demais. Muitas vezes excessos são obstáculos que devem ser retirados para que possamos edificar o espírito. Verá como novas e belas flores brotarão. Repare na roseira depois de uma boa poda! A florada seguinte será muito mais apreciada.

Aproveite e fragmente as pedras da sua vida, do árduo caminho. Chega de tropeços e tombos! Quebre os preconceitos sufocantes, eles impedem o coração de bater num ritmo cadenciado e feliz. Quebre também o feio orgulho que petrifica a alma tornando seus dias pesados por carregar toneladas de pedregulhos inúteis e desprezíveis. Liberte-se. Sinta a alegria de ser leve e livre para a reconciliação, para o amor, para a amizade, para a verdadeira e soft felicidade. Diferente da cara dura petrificada dos que amontoam rochas!

Por fim, utilize o papel! Nele escreva amores, pedido de desculpas, conceda perdão, reconcilie com quem perdeu laços através das letras. Desenhe flores para perfumar almas que sofrem abandonos, pinte o Sol amigo para irradiar calor a quem você quer bem, desenhe estrelas para iluminar a vida do amigo que se perdeu na escura solidão.

Desenhe a Lua representando que o amor é único e
brilhante. Desenhe um lindo coração, dentro escreva o seu nome e de alguém que você deseja um bem tão grande de preencher continentes. Envie palavras de amor. Não ligue se acharem você ultrapassado, um bobo infeliz. Seja antes um bobo feliz e sonhador!

Corte, quebre, escreva ou reescreva sua vida de tal maneira a ponto de sentir satisfeito consigo mesmo. Não se importe se rejeitarem suas desculpas ou negarem seu amor. Dê os ombros para os insensíveis. Siga feliz, pois valeu a coragem da tentativa, da mudança, da poda para vingarem frutos novos. Tolo não será você, tolos são todos aqueles que desistem por faltar coragem para amar e tentar ser feliz a cada dia que nasce.

Quando a vida oferecer pedras brutas, muitos galhos problemáticos e papel em branco, lembre-se da brincadeira inocente e recorte excessos nocivos, limpe as duras pedras do seu caminho e escreva uma edificante bela história de vida. Da sua vida com pedra, papel e tesoura!rs





"A pedra vence a tesoura, o papel vence a pedra, a palavra vence o papel..." (Buscando imagens, encontrei ao acaso a frase acima em negrito no Blog - http://pedra-papel-e-tesoura.blogspot.com).


Djanira Luz