19 de out de 2009

“MANTENHA A DISTÂNCIA!”


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!




“MANTENHA A DISTÂNCIA!”




Conheço uma pessoa que vive de cara amarrada e nas vezes que, por ventura, cruza meu caminho vem essa informação “mantenha a distância”. É! Parece que está sempre dizendo a quem quer que seja para manter a distância, para que não se aproxime, fique longe mesmo.

Diferente da distância de trânsito quando se pede manter distância simplesmente para evitar acidente e não o contato.Algumas vezes me vi tentada a falar com essa pessoa para saber o por quê do frequente azedume da face e comportamento. Mas eu seria invasiva demais e ser deselegante é tudo que não sei ser.

Outras pessoas mantêm a distância para não se envolverem. Uma forma egoísta de viver o seu mundo e não importar com o que vai na vida do outro, mesmo que esse outro seja um colega de trabalho que sofre e que muitas vezes precisa apenas de uma palavra de ânimo ou um par de ouvidos para que escutem seus lamentos.

De certo que existem pessoas tão desagradáveis que eu mesma já senti o forte desejo de anexar uma placa no corpo para que de mim não se aproximassem. São pessoas negativas, rancorosas, grosseiras ou esnobes que imaginam serem detentoras das verdades. Tipos que monopolizam ideias e convíctas de que sabem mais e melhor, quando a verdade é que têm visão turva e errônea da vida.

Há também aqueles que se pudessem diriam “mantenha a distância de mim” para evitar de sofrer mais ainda. Acontece quando duas pessoas muito se amam e por impossibilidades da vida não podem ficar juntas. Eles sabem que a aproximação mesmo só de palavra, machuca por entenderem que não poderão provar desse amor que lhes alegra o dia. Por isso a distância nesses casos chega a ser até benéfica. É! Para que ficar perto se o perto não será suficiente ao alcance das mãos para lhes satisfazer o desejo do coração?

Quanto mais perto, mais saudade,consequentemente mais sofrimento. A intenção de se ficar distante é que o amor sentido vá perdendo a força, vá acalmando dando lugar a uma boa lembrança que não faça mal.

Toda forma de distância é ruim. Seja daquele que não abre o sorriso nem para alegrar o dia de uma criança infeliz; seja daquele indiferente que só vê seu reflexo em tudo pela frente, pois não enxerga ou não quer enxergar para não se envolver em tentar melhorar a dor alheia. Ou, a distância não desejada, mas a que se acredita o mais certo a fazer quando dois que se amam não podem viver o amor.

Procure burlar regras e conceitos estabelecidos de quando em vez! Aproxime-se do outro ainda que com um sorriso que quebra o gelo, que desmancha barreiras e destrói pontes. Ser amável com quem está infeliz é uma delicadeza que só faz bem a nós mesmos.

Agora manter a distância de quem se ama talvez seja o mais sensato a fazer se você tem certeza de que nunca poderá ficar junto da pessoa amada.Mas nunca é tempo demais! E não se precipite em seus atos. Seja feliz em suas atitudes e escolhas.

Ah... E não mantenha a distância demais dos meus textos, viu?rs


Djanira Luz