24 de out de 2012

MUDAS DE VIDA!




Imagem retirada da busca Google. Caso seja sua criação e não autorize postá-la, avise-me, por favor, que retirarei imediatamente. Obrigada!


 
MUDAS DE VIDA!

Pode ser lançada ao acaso no solo ou cultivada com todo zelo. Independente do modo como fora posta na terra, a semente vence a dureza do solo, a violência das chuvas, a força do vento e do calor abrasador do Sol. E, imprevisivelmente cresce. Aos poucos e a cada dia. De certo quando se é querida, cercada com atenção e de olhares amáveis e das mãos generosas que lhe banham as raízes com amor, - esse alimento que a faz desenvolver -, mais bela vingará.

Não são diferentes o amor,  amizade ou as ideias! Se o amor nos chega de repente e não há retribuição ou cumplicidade, ainda assim, ele tomará dimensão impressionante. O amor nem sempre precisa de dois para existir. Se houver um coração sensível que saiba amar sem esperar recompensa ou reciprocidade, ele vencerá todas as barreiras da indiferença, do abandono e se conservará forte e lindo. Muito mais feliz, entretanto, é o amor correspondido, onde florescem sonhos mútuos em gozos  sublimes, surgindo um mundo novo feito de belezas raras e infinitas. 

Amizade sim precisa de companheirismo. De cuidado e zelo frequentes. Do contrário morrerá. Porque ninguém é amigo sozinho. É preciso dois ou mais para dividir as horas boas e as inevitáveis lágrimas. Amizade é plural. Não dá para viver amor egoisticamente só de um lado, como muitos vivem. Não! Amizade necessita de confidências e de ouvidos, olhos e coração atentos para a troca dos sentires.

Uma pequena muda. A futura árvore ou planta leva-me a compará-la também com as ideias que tenho. Algumas vezes me chegam do nada. Fortuitamente. À primeira vista parecem áridas e sem vida. Caídas entre rochas do pensamento. Mas logo depois se rompem em interessantes histórias. Crescem. Ganham vida. Tomando dimensões inacreditáveis! E muitas vezes me vejo descansando à sombra de alguma dessas boas ideias que me brotam.

Também a vida é assim. Grãos de semente. Desejada, outras nem tanto ou não mesmo. Independente se desejosas ou casuais, as vidas florescem e desenvolvem ricas e frondosas lições de vida. Umas se machucam ao longo do crescimento por romperem preconceitos e rejeições. Tempo depois poderemos vê-las fortes criaturas. Inabaláveis. Resistentes a todos os enfrentamentos possíveis nas horas da vida.

Mudas. Amor. Amizade. Ideias. Vidas... Serão fortes e belas árvores, resultantes de uma pequena e frágil semente.

 
Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ