26 de nov de 2009


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!

PRECISO APRENDER AGRADECER MAIS DO QUE PEDIR...


Todos os dias eu peço. Descubro-me tal uma pedinte esmolando paz, abraços, amor, inspiração, companhia, carinhos, beijos, talento, colo, bênçãos, saúde, mimo, alegria, atenção, sucesso, alimento para o corpo e para a alma e graça. Muita graça...

Hoje vai ser diferente! Estou num estado elevado de graça que agradeço até mesmo pela dor que me fere, pois me faz valorizar as horas em que meu corpo e minha alma encontram-se saudáveis, livres dos males físicos e espirituais. Agradeço pela solidão por me lembrar das vezes que ignorei uma boa companhia.

Agradeço pela falta de carinho para nunca mais deixar de sorrir a quem estiver triste. Agradeço pelo amor que se foi por não sabê-lo conservar pela minha vaidade. Agradeço pelos meus pés feridos, pois muitas vezes evitei carregar no colo as tristezas do irmão que pisava em espinhos nas horas difíceis.

Agradeço por minhas lágrimas abundantes, só assim saberei a importância dos momentos alegres que desperdicei por negligenciar mãos amigas que ofertavam ajuda. Agradeço por tanto NÃO que tive de engolir, pois me fizeram mais forte impedindo-me de desistir no meio do caminho. Agradeço pelas vezes que obtive SIM porque me fez acreditar que tudo é possível quando não desistimos ou cruzamos os braços.

Agradeço pelo silêncio momentâneo da voz por me conscientizar do silêncio eterno dos que não pronunciam palavras. Agradeço pelo barulho ensurdecedor das buzinas e das músicas sem nexo da juventude por ter ciência de que os que nada ouvem dariam tudo para ouvir apenas um leve sussurro do vento. Agradeço pelos dias de apagão por me fazer igual aos que não veem e por assim ser, valorizar todas as maravilhas da natureza e da tecnologia.

Agradeço o cansaço das pernas, as dores dos pés, das minhas mãos e do corpo inteiro, pois posso caminhar quando muitos não se movem, posso tocar o rosto da pessoa amada ou afagar os cabelos de uma criança e por saber que há pessoas incrivelmente belas sem membros que fazem muito mais do que eu que possuo braços e pernas.

Agradeço por descobrir-me fraca, com tolerância zero para dor nas vezes que me machuco ou adoeço, aí penso nos que sofrem com dores insuportáveis, dos portadores das doenças ingratas e incuráveis que diuturnamente sem revoltas, sublimam a dor.

Então, hoje, na quarta quinta feira de novembro, Dia de Ação de Graças, eu cheia de vergonha por pedir mais do que agradecer, por merecer menos do que peço, eu agradeço. Agradeço pela dom da vida, por tudo que tenho, pelos amores que recebo de tantas formas, seja no silêncio de uma flor ofertada, seja numa palavra dita ou um poema repleto de carinho que posso sentir nas entrelinhas. Eu agradeço simplesmente.

Agradeço por tudo. E, inclusive, agradeço a você que me acompanha e me ilumina com o brilho dos seus olhos, leitor querido...

Bênçãos e graças em sua vida!rs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ