30 de mai de 2009

AMOR, SUBSTÂNCIA QUE UNE...



AMOR, SUBSTÂNCIA QUE UNE...

Estive observando a água com óleo, vendo que não se misturam. Depois de brincar um pouco e tentar misturá-los, pensei nas aulas de química e recordei que há um meio de unir a água com o óleo, basta acrescentar o detergente. O detergente é uma substância anfipática, que possui uma parte hidrofílica (que se une a água) e outra hidrofóbica (que não se une à água). Sendo assim, a parte polar da água se interage com a parte polar do detergente e a parte apolar do óleo se interage com a parte apolar do mesmo detergente, fazendo uma “ponte” entre a água e o óleo. Uma ponte... Achei interessante.

O mesmo deve acontecer com casais de raças, credos, classes sociais, times de futebol ou culturas diferentes. Só que ao invés de uma substância anfipática usada como ponte para unir a água e o óleo, é o amor que faz essa ponte entre os casais. Amor esse que é capaz de derrubar barreiras e preconceitos; distâncias e diferenças; desunião e lutas.

Bom seria se essa substância chamada amor unisse todos os povos como uma imensa ponte onde seríamos unidos pela fraternidade, solidariedade que tanto pregamos, mas nem sempre temos êxito ou retorno.

Sei que sozinha não consigo mudar ou melhorar muita coisa, mas faço uso da “substância amor” com as pessoas do meu convívio diário, para perdoar, suportar ou tolerar alguma falha que presenciar.

Acredito na força do poder coletivo. Se a humanidade pudesse parar ao menos algum momento e observar um simples copo com água e óleo, creio que surgiriam boas e novas ideias e com tais idéias fariam suscitar maior respeito com o próximo...



Djanira Luz

2 comentários:

  1. Djanira:
    Parabéns pelas Postagens e pela singularidade delas...!!!
    Ótimo Blog o teu...!!!
    Bom Final de Semana.
    Abraço do
    Rui
    1lindomenino

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ