17 de jun de 2011

QUASE HOMEM!


A imagem desta página foi retirada da busca Google no endereço http://luizdecampos.wordpress.com/2008/04/13/adolescentes/  Caso seja sua criação e não autorize postá-la, por favor avise-me que retirarei imediatamente. Obrigada!


QUASE HOMEM!


Está mesmo complicado lecionar nestes novos tempos! Além do desrespeito aos professores, os alunos que pouco sabem e nada se interessam em aprender entendem o que querem ou se fazem tontos para pegar o mestre pelo rabo.

Um aluno adolescente de quinze anos fazia guerrinhas de papel em meio a explicação da matéria. A professora chamou-lhe a atenção pelo tumulto que fazia em sala de aula:
- Miguel! Quase um homem e brincando desse jeito atrapalhando a aula?
Aparentemente irritado e com ares de ofendido, retrucou atrevidamente  em voz alta:
- Professora!!! Por acaso está me chamando de GAY!? Tá duvidando da minha masculinidade? Olha que vou processá-la! Está fazendo bullying comigo...
- Ah, Miguel!  Não faça drama que você entendeu muito bem o que eu quis dizer! - Defendeu-se a professora ao ouvir o absurdo da boca do aluno.
Um colega de sala manifestou-se em favor da professora:
- Pô, cara, ela te chamou de criança! E você tá agindo como criança mesmo!
A professora continuou:
- Viu, Miguel! Seu colega entendeu. Eu disse quase um homem  é porque você está com quinze anos e logo, logo aos dezoito será adulto. Era somente isto.
Depois desse lamentável episódio a  professora entendeu que deveria tomar mais cuidado com as palavras, pois cada um entende o que quer quando a linguagem dá brecha  para outras maliciosas interpretações de mentes oportunistas.

Um comentário:

  1. É, minha querida Djanira, depois que muitos pais "terceirizaram" a educação dos filhos, os professores estão vivendo numa verdadeira saia justa, com seus atos e palavras. Ainda bem que foi só isso e não houve agressão física como tem sido muito comum atualmente. Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ