9 de mai de 2011

BOM NÃO É O BASTANTE!


Imagem do meu arquivo pessoal. Captura de Ana Catarina Luz, my sweet baby!
BOM NÃO É O BASTANTE!

Já não quero o bastante, o pouco agora é suficiente. Um dia lindo de Sol quentinho, flores que enfeitam e perfumam, barulho de um riso feliz, canto da passarada em liberdade , são apenas coisas assim que preciso para sorrir.

Não necessito de luxo, objetivo praticidade. Nada de última geração cheio de funções desnecessárias! Um celular que funcione está muito bom. Um carro que ande, beleza! Uma câmera que capture momentos únicos, ótimo.
Alimento que sacie a fome, sou grata por ele. Basta água para a sede, melhor bebida não há! Roupas não me prendo a marcas e joias substituo por berloques.  Não importa mais a distinção entre elas.
Hoje só não abro mão do dourado tesouro que preservo. Esses bens são meus valores éticos e nobres sentimentos. Além do otimismo e do amor feito ouro que a vida me renova a cada brisa fresca vindo da montanha a me despertar toda manhã.

A chance de estar viva, este presente recebido troco por coisas simples. É mais leve. Mais bonito e mais fácil viver assim. Como sou feliz vazia daquilo que o mundo me dizia precisar para obter felicidade. Era mentira. É possível sim ser alegre com o básico.

Ando tão feliz que nem sei e nem desejo saber do que me virá. Quero o agora. O momento. Já não existe para mim o depois.  Passo a passo viro a página da vida e sigo escrevendo a cada hora um pedaço novo da minha história!  Ando feliz que nem sei... Meu amigo querido Teigi que o diga pelas nossas trocas em conversas divertidas!
Como é bom a vida feliz assim cheia de certas coisas que eu não sabia sentir,  observar ou experimentar. Nunca me senti melhor do que estou. Tenho a sensação de força revigorada, de maior vitalidade e, como esta frase que tomo emprestada de referência, penso igual: “O que não me mata, me fortalece”.  rs
Seja feliz todo dia, pois não sabemos quando será nosso fim!

2 comentários:

  1. Eu estou na sua trilha, Dja! Tenho procurado cultivar o desapego o mais possível. Apego mesmo eu tenho procurado é com a alegria de viver com o que tenho e com o que estritamente preciso. O mais é ilusão que não preenche mais do que momentos e ainda por cima alimenta outros de eterna insatisfação. Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ