19 de mai de 2011

AMORES DESPERDIÇADOS...



A imagem acima é criação do engenheiro elétrico turco Mehmet Ozgur que fotografa fumaça e a manipula transformando-a em esculturas interessantes.
AMORES DESPERDIÇADOS...


Não deu tempo para dizer que amava. Nem para demonstrar a beleza do sentimento. A coragem fez-se silêncio e as palavras calaram em sua boca. O silêncio tornou-se lei em sua vida. Era respeitado. Obedecido. Isolado como em redoma, passava  seus dias em solitárias horas frias. Não teve tempo de dizer do amor que nutria.  Morreu sem coragem de revelar o que sentia e, a sua amada viveu sem saber do grande amor sentido por ela...
Djanira Luz



Um comentário:

  1. Por vezes acontece assim um amor.
    Ama-se mais na distância do que por vezes lado a lado. Contradições do amor.

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ