24 de set de 2009

UM DOCE DE MÃE...



As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



UM DOCE DE MÃE...


Todo ano era aquilo. Chegava vinte e sete de setembro as crianças apareciam em casa repletas de sacolas de doces e se entupiam até quase virar o fiofó ao avesso...

A mãe não se conformava com aquela comilança adocicada:

- Minha nossa! Já disse para seu tio parar de levar vocês para pegar doces!

As crianças na sala, feito formiga em pote de açúcar, fartavam-se das mais variadas guloseimas.

A empregada dizia:

- Deixa, dona Cida, eu só vejo eles comerem doce assim em setembro mesmo...

A mãe olhou para empregada Zezé com cara de reprovação e depois perguntou para as crianças que estavam no sofá assistindo desenhos e devorando doces:

- Vocês sabem qual o santo protetor dos dentistas?

- Sei sim, mãe, a dentista disse que é a santa Apolônia! – Respondeu o esperto menino de cinco anos.

- Errado! Aliás não é santa, são santos protetores, São Cosme e São Damião! - Informou a mãe incomodada por ver aquela cena deprimente da exagerada ingestão de glicose.

- Ué, mãe... Não é não! – Retrucou a menina de nove anos.

- Se eu digo que é... É porque é! As crianças no dia de São Cosme e São Damião comem doces até não aguentar mais, enchem os dentes de cáries e correm para o dentista. Aí, esvazia os bolsos da mãe e enche os dele de grana!!! - Disse a mãe com ironia...

As crianças e a empregada deram muitas risadas... 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ