13 de ago de 2009

A ENCOMENDA DO SENHOR DESTINO...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



A ENCOMENDA DO SENHOR DESTINO...


- Uma entrega para mim? O que será? Não me lembro de ter encomendado nada...

Melissa levantou-se da cama, pegou o roupão foi até o entregador para receber aqueles pacotes. Estranhou a quantidade de caixas.

- Bom dia! O senhor está certo do endereço? Quem é o remetente, pode me dizer, por favor?

- Bom dia! Melissa? É você?

- Sim, eu mesma. Em carne, osso e sentimentos!

- Bem, penso que é para você. Por acaso não acabou de se separar do seu grande amor?

- Sim, mas... O que tem a ver com isso? – Melissa reparou que em cada caixa havia a descrição do conteúdo. Foi pegando uma a uma e leu espantada:

- DESILUSÃO? SAUDADE? TRISTEZA? Mas que coisas são estas que o senhor me trouxe?

- Ué, essa é a encomenda que sempre entrego para quem está sofrendo... Aliás, foi me incumbido de entregar um pacote completo de DST!

- Quem mandou e o que significa DST? Algum partido político? – Divertiu-se ela.

- Não! Eu mesmo, o senhor DESTINO envio justo aquilo que cada um busca... Como a senhora anda triste, chorosa, esses serão seus companheiros daqui para frente!

- Que companheiros? Fale com clareza, pois não estou entendendo nada...

- Bem, toda vez que uma pessoa está infeliz e fica assim feito você, abatida, eu entrego o pacote de DST, que vem com DESILUSÃO, DESÂNIMO, DEPRESSÃO, SOFRIMENTO, SAUDADE, SOLIDÃO, TRISTEZA, TENSÃO e TÉDIO.

- Deus me livre! O senhor está totalmente enganado a meu respeito! Choro sim e quem não chora a perda de um amor verdadeiro? Amar assim como amei é coisa rara e ter perdido esse amor me doeu... Chorei e choro, mas não vou me entregar ao desespero. Posso sofrer um tempo, mas não do jeito que está insinuando!

- Todos dizem a mesma coisa, no final, vão fazer uso de cada conteúdo das caixas!

- Mas não vou mesmo! Sabe por quê? Por que tenho ESPERANÇA de que vou encontrar novo amor que me trará de volta o brilho dos olhos, a alegria do sorriso feliz e que andarei por novos caminhos!

Ouvindo isso, perplexo com as certezas daquela mulher e por ter errado o endereço de entrega, o Destino disse:

- Nossa... Como pude me enganar! Com você aprendi que nem todo aquele que chora a perda de um amor, de algo precioso para si é que vai ficar mergulhado em tristezas e vai se enterrando a cada dia mais em dor, desistindo de encontrar motivos para viver dias de alegria...

Depois de se desculpar pelo engano, o entregador Destino e a Melissa puderam ouvir aquela voz triste vinda de uma casa no final da rua, uma voz acompanhando Nora Ney cantar “Ninguém me ama”.

Uma voz que fazia doer a alma de quem a ouvisse, ela estava traduzindo nas letras da música a dor tamanha em si:

Ninguém me ama, ninguém me quer, ninguém me chama de meu amor. A vida passa e eu sem ninguém... E, quem me abraça, não me quer bem.”

Antes de se despedir, o entregador Destino disse ainda para Melissa, referindo-se aquela que cantava com a Nora Ney:

- Vejo que encontrei o endereço certo. A dor faz morada onde pessoas gostam de alimentar a tristeza.

E foi-se para o final da rua fazer a entrega naquela casa da cantoria triste, deixando Melissa cheia de esperança e com o desejo alegre. Pronta para recomeçar...



Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ