7 de jul de 2009

RECONSTRUINDO CASTELOS


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!

RECONSTRUINDO CASTELOS

De repente me vi construindo um castelo... As paredes estavam sendo feitas de alegria, fé e tudo de belo. Para quem nele chegasse, sentisse o calor do meu carinho, quentinho tal qual um ninho.

O alicerce seria fabricado de amor e confiança, aliados à esperança; a estrutura do castelo depende basicamente desta segurança.

As janelas seriam construídas de sorrisos para dar leveza ao ambiente e para que todos vivessem contentes!

As portas seriam feitas de palavras francas e abertas para receber aquele que viesse de bom coração, trazendo paz e união.

O telhado seria construído com o olhar doce e gentil para se contemplar a imensidão do Céu anil. O chão seria fabricado de bocas para beijar os pés e a vida de todos que vivessem ali ou fossem visitar. E o melhor verbo a conjugar seria... Amar!

Mas veio o vento... A tempestade... Soprou forte sobre o meu lindo castelo. Que desmazelo! Faltou carinho, faltou abraço... Ficou a dor. Foram-se os sorrisos, os sonhos... Tudo ficou medonho. A alegria partiu juntamente com a fé, bem diferente do que se quer... As palavras se perderam na ventania forte e soberana... Imperando ali a maldade desumana. O castelo ruiu, a lágrima caiu... Frustração... Desilusão! Perdas e danos. Enganos...

Repare! O alicerce permanece! É forte e duradouro. Vale mais que todo ouro! Ninguém destrói de vez um castelo quando há amor e confiança... Isso se chama elo ou aliança!!!

Feliz com que descobri, voltei então a sorrir. E continuo aqui sem pressa ou aflição... Agora estou de novo alegre em reconstrução...



Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ