23 de jun de 2009

MARKETING PESSOAL, SIM... MARKETEIRO, NÃO!


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



MARKETING PESSOAL, SIM... MARKETEIRO, NÃO!

Outro dia precisei dos serviços de um Buffet para festa do meu filho. Encomendei algumas coisas antecipadamente conferidas: qualidade, asseio, aparência, preço. Tudo nos conformes, negócio feito.

No dia do aniversário estava tranquila com o que havia encomendado até o momento do atraso em duas horas da hora combinada. E olha que eu fui categórica quanto à pontualidade! Saí de lá com a garantia dessa certeza. Não adiantou... Tinham que falhar justo comigo que sou um "Caxias britânico"? Se não sou precavida preparando alguns petiscos, os convidados estariam famintos querendo comer até mesmo meu fígado com cebolas!rs

É por isso que não gosto de propaganda enganosa. Na hora da oferta do produto é tudo uma perfeição, no momento da entrega é que constatamos que havíamos caído numa conversa fiada de marketeiros políticos.

Portanto, se você não quiser ser visto como profissional marketeiro cuide bem do marketing pessoal cumprindo de acordo com o combinado!

Marketeiro político é aquele que “vende” a imagem do político. Com grande poder de persuasão, ele antes de vender o "produto-político”, faz uma lavagem na mercadoria e põe nele nova roupa, repagina-lhe o livro da vida e faz dele nova história para a garantia de boas vendas, de bons lucros, arrecadando-lhe uma boa parcela de votos.

Às custas de enganação, de ludibriar o povo, o marketeiro vende gato por lebre e fica feliz da vida quando vê que vendeu bem o peixe do seu candidato.

Para fazer o marketing pessoal é preciso, acima de tudo, acreditar no produto que se vende. Se for alimento, precisa atentar para a qualidade, para a aparência, asseio e pontualidade. Se você vende salgados sob encomenda, quando for oferecer amostra grátis do seu produto, não pode estar com a roupa suja de temperos, com os cabelos desgrenhados, cheirando a frituras... No ramo da alimentação, asseio é primordial.

Agora, se você vende produtos de beleza, precisará estar com a aparência da pele limpa e sadia com os devidos cuidados, pois a"propaganda é alma do negócio", como sabemos. Como vai convencer alguém a acreditar em seus produtos se você mesma não convence com sua imagem? Infelizmente, a imagem conta muito para que se tenha êxito nos negócios.

Agora se o seu produto for algo não palpável como diversão, por exemplo, o aluguel de salão para festas infantis, você precisará valer-se de simpatia e bom humor para ganhar mercado. Nesse ramo onde a concorrência é grande, o seu diferencial será o prazer de fazer bem feito, de gostar do que faz. Dessa forma poderá destacar-se entre os seus concorrentes. Então, valorize-se e use palavras de otimismo que dêem credibilidade ao que dispõe a oferecer.

No mais, não seja marketeiro que ludibria, que faz propaganda enganosa. Faça sim seu marketing pessoal exaltando o melhor de si e sendo o melhor de fato.

Agindo assim terá a garantia de muito sucesso, boas vendas e bons negócios! ;Dja


Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ