22 de fev. de 2019

A ÚLTIMA PALAVRA

Que seja doce. Que faça bem. Que seja útil. Que desperte pensamentos elevados. Que melhore o dia ou pelo menos algumas horas. Que sirva para algo edificante ou inovador. Que interrompa lágrimas. Que inspire perdão. Que mova à caridade.  Que seja como o cobertor que abraça o corpo ou como uma roupa confortável sob medida. Que leve às gargalhadas gostosas, daquelas de doer a barriga! Que lembre a beleza das flores, e a cantoria divina dos passarinhos. Que haja poesia. Com ou sem rima, com métrica ou sem, mas que não falte em momento algum, sentimento. Que seja capaz de encher o coração de esperança. E de harmonia a alma. Que desfaça os nós. Que aplaque a fúria. Que motive à mudança benéfica. Que acenda brilho nos olhos. Que seja compreendida. Que estampe sorrisos no rosto, e mais que isso, ilumine a alma. Que abrace, beije e acarinhe com alegria e verdade. Que deixe um pouco de saudade, da saudade leve e boa. Que seja de gratidão a Deus. Em suma, que a minha última palavra antes do descanso eterno. seja toda feita de amor, paz e vida.

Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ