20 de mar de 2013

SENTINELAS PASSARINHOS...



 Imagem arquivo pessoal - Passarinhos do quintal 
 

SENTINELAS PASSARINHOS...

São eles que me acordam, os passarinhos. Britanicamente às cinco da manhã. Nem galo ou despertador são tão pontuais! Uma orquestra de bem-te-vis, canários, pardais, sabiás, curiós, saíras e até beija-flores com barulhinhos diferenciados integram esses sentinelas da manhã. 

Desperto, mas ainda não é hora de sair da cama, então tento voltar para os sonhos ao embalo dos cantos diversos. E quando chega a hora de me levantar para a lida de um novo dia, ainda ouço a bagunça dos passarinhos como que a obrigação deles de anunciar o amanhecer só termina quando realmente eu e o Sol estamos de pé. Aos poucos vão diminuindo os cantos. Cada grupo voa com seu bando à busca de uma refeição ou de uma aventura de liberdade. 

Imagino neste momento, quando um cantor morre deve virar passarinho e continuar alegrando nossos dias com outros cantos. 
Hoje o canto do amanhecer no quintal estava excepcionalmente jubiloso! Certamente Emílio Santiago, com sua inconfundível e bela voz,  já estava entre eles!

Seja bem-vindo ao coro, querido cantor! 
Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ