12 de jul de 2012

TODA FEITA POESIA...


                                                                Imagem de Sandro Gomes

                                                    


TODA FEITA POESIA... 

Mirava o céu e o mar e acreditava que a poesia provinha do infinito azul que a enchia de suave paz. E se pousava os olhos sobre as flores do campo, também imaginava vir de lá todos os poemas. Mas quando a noite negra e linda pontilhava seu manto de cintilantes inúmeras estrelas, tendo como atriz principal a exuberante Lua, já lhe surgia nova certeza. Deveria ser lá, então, a morada da poesia! O céu à noite é tão inspirador! E no amanhecer, a luz aquecida do Sol, dourando as horas alegres de viver, punha-lhe dúvidas a real origem da poesia. Porém, quando seu coração disparou extasiado diante de todas essas visões, percebeu que não era no exterior que a poesia acontecia, mas no íntimo da sua alma! Compreendeu ali que era feita noventa e nove por cento poesia. Nesse momento descobriu-se plenamente POETA! 

(By Djanira Luz) 


Um comentário:

  1. E a plateia sedenta por poesia agradece do lado de cá.

    Que prosa mais linda, Djanira! É prosa que mineiro chama de poesia.

    abração.

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ