24 de mar de 2011

NEM SEMPRE A CULPA É DO FABRICANTE...



Imagem do meu arquivo pessoal. Balas de flor.
NEM SEMPRE A CULPA É DO FABRICANTE...


Diga-me com a sinceridade de uma cara limpa saída do banho revigorante: você acata as instruções das etiquetas nas roupas antes de lavar ou passar? Obedece as indicações para o bom desempenho de seus aparelhos eletro-eletrônicos? Verifica manuais quando adquire uma nova câmera fotográfica, celular, refrigerador ou algo similar? Tipo “não coloque vela sobre seu refrigerador”,  “passe a roupa de acordo com o indicado para o tecido”ou “leia instruções antes de usar seu novo aparelho”. Não tem este hábito de verificar o que informa o fabricante?
Agora, revele sobre como procede com a melhor mercadoria do mercado – seu corpo.  Ao adquirir alimentos, verifica nos rótulos a quantidade de sódio, açúcares, gordura trans, gordura hidrogenada vegetal? Também não?
Sabia que geralmente a causa dos defeitos de produtos ou problemas de saúde é responsabilidade nossa? Se não atentamos para os detalhes, se faltamos com cuidados, estragamos aparelhos e prejudicamos a saúde.  
Em diversas áreas da vida, muitas vezes somos desatenciosos com conselhos, avisos, alertas e acabamos sofrendo por algo que poderia ter sido evitado ou, talvez, amenizado. Quem nunca ouviu da mãe ou do pai,  “esse rapaz não é flor que se cheire”, “é melhor levar o casaco que vai esfriar”, “não abuse dos doces, olha as cáries” e deu ombros para o que foi dito e, depois, bem depois de quebrar a cara, viu o mal em não ter escutado quem só lhe queria bem?
Quantas vezes cremos não precisar de esclarecimentos de nada e de ninguém. Tantas horas imaginamos saber o suficiente a ponto de desprezarmos recomendações, advertências. Não Sabemos tudo. Precisamos sim de palavras e conhecimentos para desfrutarmos melhor as coisas. Seja um objeto, seja nossa própria vida ou o nosso modo de viver.
Ouça. Leia. Observe. Aprenda. Todo dia. Cada minuto. Do contrário, não vá depois querer culpar os fabricantes pelos defeitos dos produtos ou o Criador pelo mau funcionamento do seu corpo, viu?rs
Seja feliz todo dia!
Beijoquinhas

Um comentário:

  1. Fantásticas as analogias, Djanira! É assim mesmo que agimos em esmagadora maioria. Alías, sempre foi mais fácil culpar os outros ou as outras coisas, não é mesmo? Sempre foi mais fácil acreditar do que pensar. Sempre foi mais fácil comprar pronto do que formular (coisas ou ideias). Parabéns, abraços, paz e bem.

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ