31 de mai de 2010

UMA VISÃO SOB O OLHAR 3D!

As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!


UMA VISÃO SOB O OLHAR 3D!


Um pai andava angustiado, amargurado com as dificuldades no trabalho e com a rebeldia do filho. Algumas vezes recolhia-se em seu quarto e amaldiçoava a própria vida. Crescera com a errônea ideia de que homem não chora. Por isso a rispidez no coração por sentimentos reprimidos.

Ao contrário do seu desespero, da sua constante sisudez e preocupações com maus momentos da vida, sua mulher era a paz personificada. Conseguia manter-se serena e paciente ante todos os problemas da família.

Incomodado com a aparente conformidade da mulher, o pai implicou com ela questionando se não importava com a atual situação em que viviam, pois só a via alegre, cantarolando, crendo em soluções para tudo! Sem desfazer a suave expressão do rosto, a mulher respondeu:

- Não, Beto. Certamente nossas dificuldades preocupam e incomodam. Claro que desejo solução. Acontece que vejo a vida, os nossos problemas com olhos 3D.

Achando estranho a resposta obtida, com certa irritação, o marido questionou:

- Que raio de olhos 3D é esse, mulher? Por acaso endoidou?

Com uma discreta risada, a mulher pacientemente respondeu:

- Meu bem, digo 3D, mas na verdade é visão do amor. Espere um minuto, por favor. – Clara dirigiu-se para a sala retornando com um livro em mãos. Abriu numa página amostrando ao marido:

- Olhe este quadro atentamente por alguns minutos e diga o que vê, ok?

- Que besteira, mulher! Que isto tem a ver com nossa conversa? – O homem demonstrava grande irritação. A dificuldade dos dias o deixava insuportável para lidar com pessoas.

- Calma, Beto. Apenas olhe por um tempo e me diga o que vê.

- Desculpa, querida, ando tão nervoso e você ainda me vem com brincadeiras...

- Eu sei disso. Mas, não é piada. Preste atenção, olhe o quadro e me responda, por favor. – Clara insistia com o marido.

Depois de analisar bem, Beto respondeu que para ele, aquele desenho era um simples quadro de figuras disformes e indecifráveis.

- Beto, quer saber o que eu vejo?

- O mesmo que eu, lógico! – O marido respondera com ironia.

- Não, Beto... Esta é um figura em 3D! Eu vejo um lindo coração saltando da página.

- Puxa! É mesmo? Por que não consigo ver?

- Bem, talvez seja falta de treino. Quanto a isto, querido, não sei responder bem o motivo. Mas, trouxe esta imagem em 3D para poder explicar meu jeito de ver a nossa vida, os nossos problemas.

- Como assim, querida? – Beto demonstrava estar menos tenso e realmente interessado em saber sobre a visão de Clara.

- Bem, como esta imagem, onde enxerga apenas uma arte abstrata, é assim que você vê nossas dificuldades. Só consegue visualizar o que está diante dos olhos e não o que poderá vir a melhorar. Não percebe as mudanças que acontecerão. Não consegue ver por estar desse jeito com o coração cheio de amargor. O desespero, a angústia cega-nos para saídas de situações complexas.

A mulher fez uma pausa continuando em seguida:

- Querido, quando olho para nosso filho e percebo sua rebeldia, eu vejo além do que os olhos me mostram. Com olhos apaixonados de mãe que muito ama seu filho, vejo o tempo passando e levando embora junto toda esta fase difícil da personalidade do nosso menino. E o vejo rapaz formado, bonito e gentil. Tendo êxito em seus projetos. Você precisa ter tato, paciência para saber lidar e suportar este momento pelo qual muitos jovens passam, Beto. E, em relação as nossas complicações financeiras, sei que com esforço, economia e cortando supérfluos, conseguiremos aguentar este período arrochado até quitarmos todos nossos compromissos. Como a imagem 3D, eu vejo saltarem soluções para nossas angústias. Sei que não é fácil. Precisaremos de esforços conjuntos se quisermos saldo positivo no final. Você também poderá ver a vida em 3D! É preciso paciência e muita coragem para suportar problemas. Mas se buscar saídas, boas soluções surgirão. É fato.

Naquela noite o marido teve outra visão da vida com o ensinamento da mulher.

É assim que age Deus! Quantas vezes vemos situações que aparentemente não têm solução. Encontramos pessoas cheias de vícios e defeitos onde não acreditamos que têm jeito de melhorem.

Algumas vezes quando um amigo sofre grandes danos financeiros, imaginamos que tudo estará perdido para ele. Que o recomeço será difícil, senão impossível. Deus, não! Ele vê outra imagem. Enxerga boa oportunidade de mudanças e vantagens para a sua vida.

Outras vezes quando encontramos alcoólatras e dependentes de drogas, julgamos que eles estão perdidos, sem saída do buraco negro que se encontram. Deus, diferente de nós, vê portas abertas para a salvação deles! Na visão 3D de Deus aparece vida nova a quem deseja recomeçar sua história.

O olho divino de Deus enxerga não nossos disformes ou indecifráveis problemas e sim belas imagens com imensas possibilidades para a felicidade que poucos conseguem obter.

Nós enxergamos a vida ou o semelhante superficialmente. Poucas vezes percebemos a beleza de cada momento ou de cada pessoa. Deus nos vê em 3D ainda que nas piores situações! Ele visualiza imagens agradáveis porque nos olha de maneira demorada e especial. Com olhos de amor que transforma o disforme em belo e indecifrável em compreensão.


ADENDA:

Este meu texto é como imagem em 3D. Só quem acredita em Deus poderá enxergar, entender e absorver o que escrevi. Para os ateus e os agnósticos, não passará de palavras ao vento. Respeito toda pessoa e cada religião. Independente se creem ou não. Com Amor fraterno tornamo-nos iguais!rs


Diga-me. O que você vê na imagem acima?rs A visão da imagem em 3D é belíssima. Parece mágica!


Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ