10 de mar de 2010

A CISMA MATA SEM MEDIDA EXATA!



As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!




A CISMA MATA SEM MEDIDA EXATA!


Bastou uma leve oscilação na pressão para ouvir ladainhas de suposições assustadoras:

"- Olha, não brinca com a saúde... Quando foi sua última consulta ao médico?"

"- Cuidado... Viu aquele técnico do São Paulo, tem a mesma idade sua e sofreu um AVC!"

"- Você anda preocupada? Tenho notado que está abatida..."

"- Olha, é bom diminuir a ingestão do sal e sódio..."

Acho que eu morreria de qualquer coisa naquela hora mesmo estando em perfeito estado de saúde! Meu coração começou acelerar, tive uma sensação de desmaio. Imaginei estar enfartando, senti aperto no peito. De repente me vi com todos os sintomas de um AVC. Saí daquele ambiente imaginando ir direito para o cemitério tamanho horror a que fui envolvida. Só fiquei pensando na frase do meu epitáfio - Aqui DJAz. Cruzes!

Uma coisa é fato. A cisma é capaz mesmo de matar mais que a própria doença! Naquela noite não consegui dormir. Tive a ligeira impressão de ouvir um ritmo diferente nas batidas do coração. Acho ter ingerido quase um litro de suco de maracujá para me acalmar, mas surtiu efeito inverso deixando-me "acesa" madrugada afora!

Sabe o que fiz quando amanheceu? Marquei consulta com o cardiologista para um check-up! Ele sim faria um diagnóstico preciso quanto ao que senti. Se é que senti alguma coisa anormal. Depois da consulta, examinada a pressão, feitos os exames cardiológicos e hemograma completo, veio o alívio, graças a Deus!

Não fosse aquela aferição da minha pressão por leigos, eu não teria sofrido feito peru de véspera até receber o “tudo bem” do doutor que tudo sabe do meu coração. Agora entendo bem e gosto mais ainda daquela frase “a ignorância é uma dádiva”. Por crer que estava hipertensa, perdi uma noite de sono e por pouco quase desenvolvi doenças psicossomáticas de tão cismada que fiquei.

Então, caro leitor, sugiro que não escute diagnóstico de leigos. Procure sim um especialista para sanar quaisquer dúvidas.

Depois de eu ter feito uma bateria de exames, recebo a ligação:

- Oi! É... Sabe aquele aparelho novo digital que comprei e medi sua pressão naquele dia? Pois é... Veio com defeito
de fábrica, aferição estava toda maluca! Troquei por outro analógico mesmo...

Aí, nessa hora eu quase enfartei mesmo foi de fúria!rs



Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ