23 de nov de 2009

SEM HOLOFOTES NO MEIO DA MULTIDÃO...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!



SEM HOLOFOTES NO MEIO DA MULTIDÃO...





Na época em que os dias da minha vida eram dourados e a timidez infantil tomava conta de mim, eu quis esconder-me no meio da multidão. Sairia do campo de visão das pessoas que se voltavam para me ver. Misturada aos tantos rostos, imaginava que ficaria invisível e ninguém me notaria.

Já mais tarde, quando a primavera floriu os meus dias com ousada segurança e delicada vaidade juvenil, desejei não mais viver no anonimato. Ao invés de ser apenas mais um rosto, quis ser O rosto na multidão. Ter todos os holofotes das atenções voltados para a minha vida. Era época de descobertas, de ser projetada para grandes vitórias. No amor e na profissão. Por isso almejei ser observada. Era a chance para a conquista do sucesso com os rapazes e ascensão profissional.

Passaram-se muitos anos entre a tímida menina e a jovem ousada. Hoje, na idade da razão, sou experiente para me descobrir simplesmente mulher que venceu seus temores com coragem para seguir em frente. Aprendi a segurar as rédeas da ousadia, dosando-a com a sobriedade. Nos meus dias não há fama nem holofotes, ainda assim, possuo a minha luz e tenho a ciência de que sou apenas mais um rosto feliz, na multidão.



Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ