15 de set de 2009

ESPANANDO O ESPÍRITO...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!




ESPANANDO O ESPÍRITO...



Poucas são as pessoas que gostam de tocar na ferida. Naquilo que machuca só de pensar. É preferível ignorar a ter que sentir aquele desconforto de reviver algo mal resolvido.


Penso diferente. Gosto de sofrer tudo de uma única vez para nunca mais. Resolver e enterrar o assunto. Morte súbita. Morte lenta não funciona comigo. É morrer aos poucos e sofrer em doses homeopáticas. Sofrimento prolongado não faz bem.

Por isso não arquivo assuntos pendentes. Mesmo que dilacere o coração, que me sangre por dentro, sei que aquele assunto ficará onde o deixei, para trás num passado esquecido. Entendo também que ainda levarei sequelas daquela dor. Entretanto, a certeza de ter posto um ponto final conforta muito mais e, saber que depois de um tempo de choros pelas perdas e danos, eu conseguirei respirar novos rumos sem sobras do que me machucou.

Hoje estou boa para exorcizar fantasmas. Mandar às favas o que não deu ou não iria dar certo. Uma faxina preventiva par expelir do meu campo de visão tudo que não me agregar algo positivo para meu crescimento interior.

Há momentos na vida em que precisamos mesmo desatar os nós que vão se formando por conta de termos evitado situações para não encararmos os problemas de frente. Muitas vezes vamos empurrando com a barriga e adiando soluções tão simples por medo de enfrentar uma mudança.

Tudo é crescimento. As dores, as sujeiras que se formam durante anos e que vamos pondo para debaixo do tapete do espírito, isso até o momento em que não há mais como não limpar o acúmulo de lixo.

Quando desfazemos da sujeira e das dores trazidas por ela, também quando descartamos os gostos ruins que trazemos na boca por guardar tanta coisa mal digerida, a vida fica mais leve e saborosa. Dá a impressão até que enxergamos cores que nunca vimos antes. É que a poeira acumulada pela vida afora nos impede de ver tamanha beleza e diversidade de cor.

Munida de bons pensamentos, determinação e coragem, desfaço de elos, rompo barreiras, derrubo muros e estou pronta para recomeçar. É! Gosto disso. Cada dia um recomeço. Deixar para trás tudo que não é presente e sigo bem mais asseada feliz.

Bem era tudo isso só! E vamos viver a cada dia sem acumular sujeiras debaixo do tapete, viu? Espanar o espírito de quando em vez faz um bem danado!rs



Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ