16 de jun de 2009

EU SOU UMA PALHAÇA...



EU SOU UMA PALHAÇA..
.

Quando vi um palhaço dando chineladas num menino, eu fiquei decepcionada com os palhaços. Para mim, aos cinco anos, palhaço era aquele que só fazia rir, que só era e só dava alegrias para as crianças.

Aquela visão do palhaço agredindo uma criança fez com que eu repudiasse a imagem do palhaço. Mesmo quando soube que ele repreendia o filho por estar perto demais da jaula do leão, eu parei de gostar de palhaços...

Tempo passou, cresci e numa ida ao circo, vi um palhaço chorando e, mesmo adulta, me surpreendi com aquela imagem do palhaço triste. Talvez por ter sido reportada para o dia em que eu menina via aquele palhaço agredindo um menino e ali já crescida, sentia o mesmo desconforto de outrora. E, parecendo ler meus pensamentos e minha cara de espanto, sem que eu pronunciasse palavra sequer, o palhaço me disse:

-Por trás da máscara de palhaço existe um homem que chora e que sofre como você, como qualquer outra pessoa... Não se espante.” - Deu uma pausa, secou as lágrimas que borravam sua maquiagem e continuou. – “-Quantas vezes subi ao picadeiro com sorrisos na cara de palhaço e meu coração chorava. As crianças e o público não têm culpa das minhas dores, do meu sofrer... O show tem que continuar”.

Bastaram aquelas sinceras e belas palavras para que voltasse a admirar a figura do palhaço. Aliás, eu gostei muito mais do que antes. Eu criança só entendia do palhaço a função de fazer rir. Depois de ouvir as verdades do palhaço triste pude compreender a grandeza que cabe na figura do palhaço. Como cresceu em mim o conceito pelos palhaços!

Hoje me descobri uma palhaça. Quantas vezes sorri com o coração em prantos para não preocupar ou entristecer pais, filhos, companheiro, amigos. Quantas vezes represento no palco da vida mascarando a tristeza ou a dor, tendo no rosto uma alegria que não é minha para não entristecer alguém?

Sim, eu sou uma palhaça e com muita probidade! E você alguma vez já se fez grande feito um palhaço?



"Hoje tem marmaleda? Tem, sim senhor!"rs



Djanira Luz

Um comentário:

  1. Olá
    Djanira.
    Muito bom seu blog.

    Mas diga-me, e por favor não pense que estou te acusando de nada, é só para tirar uma dúvida, você vivenciou esta situação de Coulrofobia ou o texto que postou é de autoria de outra pessoas.
    É que encontrei este texto numsite de Escritores do qual faço parte eis o link dele

    http://www.poetasmortos.com.br/index.asp?op1=2&op2=0&idTexto=15864

    Elisabeth Alves
    eliselorena@hotmail.com

    ResponderExcluir

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ