22 de jun de 2009

DESABAFO DE UM AMOR...


As imagens desta página foram retiradas da busca Google, caso seja sua criação e não autorize postá-la, favor entrar em contato comigo que retirarei imediatamente. Obrigada!





DESABAFO DE UM AMOR...


Hoje sou melhor porque ficaram rastros de você em mim que enriqueceram minha vida. A sua imagem e essência permanecem aqui mesmo com sua partida...

Quando há separação de corpos, ficam boas recordações e também, destroços. Os momentos que fomos felizes são as minhas heranças; a despedida são cicatrizes, as tristes lembranças.

Passe o tempo que for é impossível esquecê-lo, meu amor! A Deus eu peço, rogo, imploro para que eu me esqueça de você. Mas, a cada dia aumenta o meu afeto e eu só choro... O que eu vou fazer?

É tanto amor aqui que eu irradio luz, sua ausência, porém, faz-me carregar pesada cruz. Já pensei em mudar de cidade, de endereço na vã ilusão que de você me esqueço... Sei que posso atravessar de ponta a ponta o Universo, até mesmo penetrar da Terra o interior. Não vai adiantar, vou encontrá-lo em cada estrofe ou verso que eu compor...

O que escrevo é fruto da minha imaginação, então me atrevo a instalar-me em seu coração para que de mim não se esqueça, quem sabe assim me apareça dizendo que lamenta por ter demorado, por ter voltado tão tarde, que seu lugar é a meu lado e confessar-me que quase morreu de saudade...

Sendo assim no teu olhar haverá um brilho intenso que secará minhas lágrimas feito um lenço. E desfeito o meu pranto, finalmente, nosso amor será tanto. O meu sorriso de tão contente irá preencher com cores brilhantes até o Paraíso.

A tristeza será de vez jogada fora quando sua boca revelar na minha, num beijo quente dizendo na linguagem silente, com tanta paixão que me adora...



Djanira Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ