16 de mai de 2009

ONDE VOCÊ DEPOSITA SUA TÃO SONHADA FELICIDADE?





Quando se acredita que encontrou a felicidade, vem o destino e muda toda a paisagem...

Houve quem disse que felicidade não existe e sim momentos felizes, começo a dar créditos a isso, pois já me vi extasia, com sorrisos de orelha a orelha, com as canjicas todas à mostra e no dia seguinte ter um rio de lágrimas vazando dos olhos... É, no dia seguinte o coração cheio de tristeza transbordava tanto de dor até vir à tona pelo canal lacrimal.

Lirismo à parte... Mas, a coisa de felicidade é momentânea, portanto você que está feliz, aproveite o máximo desse momento pois eterno de felicidade só vai ficar a lembrança ou a felicidade fragmentada, ou seja, momentos felizes, vários momentos felizes!

Não me refiro só a felicidade romântica, de enamorados, não mesmo. Refiro-me sobre a felicidade no mais amplo sentido da palavra ou situações.

Veja bem! Já se viu encantado com aquisição de um novo modelo de carro, por exemplo? Então, quando se adquire um é a melhor coisa do mundo! Carro zero tem gente de tão bobo que fica nem gosta de retirar os plásticos dos bancos para mostrar que é “novinhozinho”, tipo gente esnobe que nunca teve e quando tem quer que todos saibam que é novo. Particularmente, acho um pobreza de espírito, é algo desnecessário mas fazer o quê cada um é cada um... Além de ser um atrativo para ladrões de veículos!

Bem, passada a euforia do carro, se você não for calculista e capricorniana como eu e não fez contas do valor do seguro, então meu querido leitor, é aí que a sua tão sonhada felicidade vai pelo canos do seu belo carro!

Agora vamos falar de sentimentos. Você está feliz da vida por ter conseguido ingressar na faculdade ou aquele emprego tão sonhado ou seja lá o que for que o deixa radiante de alegria, mas é tomado de súbito pela triste notícia da saúde fragilizada de uma pessoa que lhe é cara, então aquela felicidade tamanha que não cabia dentro do peito é reduzida a um sorriso forçado pois seu coração e mente antes cheios de endorfinas vai dando lugar a uma tristeza, um desânimo que faz com que a felicidade de antes parecer volátil feito a acetona que evapora rapidamente. Sim, então vamos acreditando que felicidade são momentos felizes...

E quando de trata de relacionamento homem e mulher? Você encontra aquela pessoa que parece ter chegado em sua vida sob medida. Tudo nela lhe é agradável, a voz, o jeito de falar, a cor dos olhos, o corpo, o cheiro...

Ah, o amor! Muitas vezes a pessoa nem é perfeita assim, mas como se é sabido que o amor é mesmo cego e meio louco.... Então, quando se ama tanto assim, a felicidade cheia de endorfina na veia deixa-nos em estado de graça e com uma lente especial para que possamos enxergar no outro só o lado bom e belo; os defeitos são superados e muitas vezes ignorados. Amor faz proezas!

Como tudo na vida tem um porém, no amor não seria diferente. Sabe aquela felicidade de uma semana ou um mês em que você estava totalmente inebriado de amor? Acontece que é só você fazer alguma coisa por menor que seja, alguma coisa que diga ou faça e desagrade a pessoa amada para aquele amor todo esfriar e você perceber que aquela felicidade não era tanta como supunha ser... Aí você fica triste, sofre, chora e é obrigado a aceitar que felicidade são meros momentos felizes...

Não que eu seja conselheira sentimental, mas empresto aqui umas dicas que aprendi a usar com o tempo, embora muitas vezes me esqueça e fique por horas ou dias cabisbaixa por algo que me desestruture...

Acontece que descobri que quando acreditamos que a felicidade está em algo ou em alguém e não em nosso interior, nunca seremos plenamente felizes, pois algo pode não dar certo ou não ser como esperávamos ou alguém poderá nos decepcionar a ponto de roubar-nos a alegria, a paz, a tão almejada felicidade.

Agora quando partimos do princípio de que a felicidade está dentro de nós e não numa determinada pessoa ou em alguma coisa, encontraremos sim a felicidade em sua plenitude.

Eu sou feliz sozinha. Rio, canto, acho graça das minhas pisadas de bola, dos meus desenganos e mesmo que alguém adoeça ou venha me magoar, ou se aquilo que sonhei não foi do jeito esperado, apesar de ficar abalada em dado momento, eu permaneço feliz porque optei por ser feliz.

Ainda que eu chore, que tenha meus rompantes, nada será capaz de destruir a minha felicidade, pois ela já não está depositada em outra pessoa senão em mim. Ninguém tem a responsabilidade ou a obrigação de me
fazer feliz. Antes, eu partilho da minha alegria com o alguém sabendo que ele também me deixa feliz, mas ciente de que tenho luz própria para minha felicidade, independente de estarmos juntos ou não...

E você leitor... Depende de algo ou de alguém para ter a felicidade ou ela, a felicidade, habita em você? rs


Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ