2 de abr de 2009

CORAGEM ACIMA DE TUDO!





A Dúvida e a Coragem seguiam conversando sobre coisas da vida. Seus medos, certezas, inseguranças, amores, temores...

Com aquela feição de preocupação que lhe é peculiar, a Dúvida quis saber da amiga Coragem:

- Coragem... E se por amor eu errar?

- Podes de novo tentar!

- Mas, ainda assim me ferir?

- Eu te ajudo de novo a sorrir!

- Se de tristeza eu chorar?

- Tuas lágrimas irei secar!

- Se acontecer de tropeçar e eu cair, me machucar?

- Tuas feridas, amiga, irei curar!

- E se for imensa assim minha dor?

- Partilho contigo meu amor!

- E se pelo caminho, meus pés ferirem nos espinhos?

- Cuidarei de ti com muito carinho!

- Se acaso eu não consiga andar?

- Em meus braços irei te carregar!

- Se porventura, eu sentir na vida solidão?

- Estenderei, então, minha mão!

- Se o silêncio que dói me acompanhar?

- Canções alegres para ti hei de cantar!

- Ainda assim... Se tanto medo tiver?

- Aumentarei de sobremaneira, tua fé!

Aos poucos, a Dúvida foi tendo a certeza em seu coração de que apesar da dor, da tristeza, desamor e inseguranças da vida, de todo e qualquer contratempo, devemos nos manter corajosos caso venhamos a cair, para de novo podermos nos levantar e seguirmos em frente.

A Coragem sabe que a vida sem confiança é uma tristeza de eternas dúvidas e negatividades, por isso sempre está pronta e animada para não deixar que desmoronemos.

Na vida nunca devemos permitir que a Dúvida seja maior do que nossa Coragem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUERIDO LEITOR, QUE VOCÊ SAIA MELHOR DO QUE CHEGOU AQUI! VOLTE SEMPRE QUE O TEMPO PERMIRTIR OU O CORAÇÃO DESEJAR...rs

;Djanira LUZ